[11.6.07]

[Como ser um narrador em oito lições]

Ser narrador de futebol é um dos empregos mais fáceis que existem. Não é nada que exija um grande esforço ou preparo, talvez só um estoque de balas de gengibre para recuperar a garganta a cada grito esgoelado e exagerado de gol. Além de narrar (dããã, jura?) tudo o que acontece em campo, um locutor só tem que encher os momentos menos interessantes com alguns comentários menos interessantes ainda. E o curioso é que esses comentários são sempre similares, independente de qual seja a pessoa que esteja transmitindo o jogo. Posso jurar que existe uma manual que ensina a ser locutor. E posso imaginar que os seguintes tópicos figurem entre suas dicas:

1 – Apresente estatísticas irrelevantes: os minutos que antecedem o início da partida são os mais propícios para a ocorrência de embromation. Para evitar que os espectadores troquem de canal, o locutor deve apresentar as estatísticas mais mirabolantes e inúteis, do tipo: “o Atlético de Itaquaquecetuba nunca perdeu para o Cabroboense quando este jogou de meias listradas” ou “em partidas realizadas no solstício de verão, houve 5 vitória de A, 4 de B e 2 empates”.

2 – Dê destaque ao jogador estreante: se houver um estreante em campo, não perca a oportunidade de focar seus comentários nele. Se a estréia ocorrer contra o seu ex-time, então, será um prato cheio. Peça aos repórteres para colar no fulano e perguntar se ele irá comemorar quando sair o gol, discuta com os seus comentaristas o provável nervosismo do pobre coitado e deseje boa sorte a cada vez que a imagem do jogador surgir em seu monitor.

3 – Exalte o companheirismo entre adversários: antes do início do jogo é comum surgirem cenas em câmera lenta (editores de jogos de futebol têm fixação por câmera lenta, devem ser aprendizes de John Woo) de jogadores se cumprimentando. Neste momento, você deve dizer como é bonito ver a amizade prevalecendo entre os adversários. E deve fazer votos para que esse espírito prevaleça durante a partida – você sabe que não prevalecerá e que os jogadores se matarão em campo, mas não custa fingir.

4 – Exalte a presença da família: não perca a oportunidade quando vir qualquer imagem do que possa ser uma família. Use as seguintes palavras: “como é bonito ver as famílias de volta aos estádios. É deste clima de tranqüilidade e alegria que o futebol brasileiro precisa”. Em seguida, faça um discurso a favor da paz nos estádios.

5 – Fale sobre o tempo: você não é o garoto da previsão, mas falar sobre o tempo é a encheção de lingüiça-mor, então você deve usar deste expediente. Complete a previsão do tempo com comentários sobre como é bom jogar com o sol ou sobre as dificuldades de uma partida disputada sob chuva.

6 – Faça piadinhas sem noção: um gol feito perdido, uma comemoração bizarra, uma faixa inusitada na torcida, tudo pode ser motivo para você soltar uma piadinha cretina que só terá graça para você e para o comentarista puxa-saco.

7 – Tenha uma obsessão mal-explicada por crianças: calma, não é nada relacionado à pedofilia, mas narrador de futebol que se preze deve amar imagens de pequenos torcedores. Discorra sobre como é bonito ver a paixão pelo esporte surgindo tão cedo e eleja a imagem da comemoração infantil como o momento mais bonito do jogo.

8 – Faça perguntas óbvias: é de bom tom fazer uma espécie de balanço ao final do jogo. Na verdade, é de bom tom fazer hora até a próxima atração começar, mas a gente finge que o balanço é importante. Pergunte ao comentarista obviedades do tipo: “essa derrota foi prejudicial para o Sport?”, “uma vitória é importante para levantar a moral do time nesta altura do campeonato?” ou “o empate foi um resultado justo?” e depois encerre a transmissão fazendo votos de que telespectador volte a sintonizar na próxima semana para conferir mais um duelo imperdível.

* Desculpem mais um texto em forma de lista, mas estou realmente sem inspiração.


Por Lady Sith às [16:23]

8 comentários


Minha foto
Nome:
Local: Niterói, Rio de Janeiro, Brazil

[Mapas]

[Ficou para a História...]
Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Abril 2008 Maio 2008

[Outros Mundos]
  • Ana Martins
  • By Myself
  • Comentários Abertos
  • Drops da Fal
  • Dupla Acidez
  • Encontre o Peixe
  • Futilidade Pública
  • Garota Congelada
  • Garotas que dizem NI
  • Hollywood Blog
  • Idéias Mutantes
  • Idéias em Fuga
  • La Reina Madre
  • Nana Flash
  • Nana is Online
  • Para Francisco
  • Te dou um dado?
  • Uma Dose de Nigrinhagem
  • Welcome to my World




  • [Créditos]
    Hosted at Blogger

    ¤ Layout feito por Nana Flash