[12.7.07]

[Um pouco de educação, por favor]


Impressiona os níveis de intolerância que algumas pessoas têm com a opinião alheia atualmente. Isso acontece em todo lugar, mas na internet atinge níveis absurdos. Provavelmente, o anonimato e/ ou a proteção da tela do computador faz todo mundo se sentir mais corajoso para ofender aqueles que pensam diferente deles.

Basta um site colocar uma notícia criticando o comportamente escandaloso da Britney Spears para chover hate-messages desejando que o autor tome um banho de óleo quente, seja empalado em praça pública, posteriormente esquartejado e que seus pedaços sejam distribuídos em todos os lugares para servir de lição para os infiéis que pensarem da mesma forma. Quem tem um blog, então, já deve ter sentido isso na pele. Basta criticar alguma coisa - mesmo que seja uma opinião besta, como "eu achei Matrix Reloaded um filme chato pacas" - para que venham os ferrenhos defensores te chamar de burro(a), idiota, monstro do pântano, deficiente mental, além daqueles que defenderão a sua morte na cruz.

Mande uma opinião divergente da maioria para uma lista de discussão e veja se você não será execrado - lógico que existem lugares onde isso não acontece, ao menos não com frqüência. Onde foram parar as pessoas que sabiam manter uma discussão de bom nível, baseada única e exclusivamente em argumentos? Onde foi parar aquela coisinha básica chamada respeito? E aquela mais básica ainda chamada educação? Desde quando os tempos da Inquisição voltaram e todo mundo tem que ir para a fogueira por causa de uma opinião? E quem foi que colocou esse bando de cavalos criados no papel de inquisidores?

Só posso chegar a uma conclusão: o mundo está mesmo repleto de gente mal-comida.


Por Lady Sith às [16:16]

11 comentários


[6.7.07]

[Pílulas]

A pessoa percebe alguns depósitos desconhecidos em sua conta. Ela logo pensa que pode ser uma laranja em algum caso de desvio de dinheiro público que ficará conhecido como Patríciaduto, imagina ter que prestar depoimentos na CPI, sua foto estampada na capa de todas as revistas semanais, os convites que receberá para posar na Playboy, etc. Dias depois ela descobre - enquanto ouvia conversa alheia, mas abafa o caso - que aquilo eram as tais diárias que o empregado tem direito de receber quando viaja. Mas ninguém da empresa disse que ela iria receber nada, muito menos que iam depositar na conta. E só hoje disseram que ela teria que prestar conta do valor gasto, coisa que ela não pode fazer porque não pediu recibo de nada. Depois quando eu digo que isso aqui é uma zona ninguém acredita.

***
Você percebe que nunca mais terá calma e sossego na sua vida quando as pessoas interrompem a sua reinação diária para falar de problemas (problemas que, aliás, você não agüenta mais ter que debater). Se nem aqueles preciosos minutos em que o Activia faz efeito são sagrados, é porque o negócio só tende a piorar.

***
Eu reclamo para a minha irmã que acho o fim da picada a pessoa vir sentar na mesa onde eu estou almoçando quando ainda há várias mesas vazias no restaurante. Ela diz que, tadinhas, tem pessoas que não gostam de comer sozinhas e que querem a companhia de alguém. Só que eu quero mais é que elas se lasquem! E sou anti-social. Eu quero comer sem ter que olhar para cara de alguém que não conheço. Quero ter alguns minutos sozinha. Na verdade, eu queria viver sozinha nesse mundo. Tá, não totalmente sozinha, mas com apenas algumas pessoas altamente selecionadas e que seriam limadas sem dó nem piedade quando me enchessem o saco. Seria o paraíso.

***
Para comprar ingresso para o Pan é tudo tão fácil e bonito. Mas se você quer devolver esse treco é uma burocracia sem fim. Você tem que retirar os seus ingressos em uma das quatro bilheterias do inferno e depois ir pessoalmente na bosta do escritório do Comitê Organizador (ha, ha, ha) levando xerox até das suas calcinhas. Escritório esse que só funciona em horário comercial e te obrigará a faltar no trabalho. Escritório esse que é completamente fora de mão da sua casa e do seu trabalho. Se não quiser ir, tem que arranjar uma procuração com firma reconhecida em cartório e mandar um otário para fazer isso em seu lugar. Tudo muito fácil e bonito. Bem feito para sua cara. Vê se agora aprende a deixar de ser alesada.

***

Mal-humorada, irritada e ranzinza? Imagina, é impressão sua.


Por Lady Sith às [15:59]

7 comentários


Minha foto
Nome:
Local: Niterói, Rio de Janeiro, Brazil

[Mapas]

[Ficou para a História...]
Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Abril 2008 Maio 2008

[Outros Mundos]
  • Ana Martins
  • By Myself
  • Comentários Abertos
  • Drops da Fal
  • Dupla Acidez
  • Encontre o Peixe
  • Futilidade Pública
  • Garota Congelada
  • Garotas que dizem NI
  • Hollywood Blog
  • Idéias Mutantes
  • Idéias em Fuga
  • La Reina Madre
  • Nana Flash
  • Nana is Online
  • Para Francisco
  • Te dou um dado?
  • Uma Dose de Nigrinhagem
  • Welcome to my World




  • [Créditos]
    Hosted at Blogger

    ¤ Layout feito por Nana Flash